LÍQUIDO CEFALORRAQUIDIANO - EXAME DE ROTINA (LCR)

Produto:

Líquido cefalorraquídeo

Método:

Punção

Valores de referência:

pressão inicial5 - 20 cm H2O (dec. lateral) 
aspecto e cor Límpido e incolor 
n° de célulasaté 4/mm3 ou até 5 cels/µL
perfil celularLinfócitos (50-70%) e monócitos (30 - 50%) 
proteínas< 7 dias até 120 mg/dL
2°-4° semanas até 80 mg/dL
2° mês até 60mg/dL
3° mês até 50 mg/dL
4° - 6° mês até 40 mg/dL
Venticular até 25 mg/dL
SOD  até 30 mg/dL
Lombar até 40 mg/dL 
glucose2/3 da glicemia ou 2,2 - 3,9 mmol/L
cloretos 680 - 750 mEq/L ou 118 - 132 mmol/L
lactato9-19 mg/dL 
ureia até 40 mg/dL 
DHLaté 35 UI/L 
TGO até 10 UI/L
ADA até 4,5 UI/L 



INDICAÇÕES
- Processos infecciosos do sistema nervoso
- Processos granulomatosos com imagem inespecífica
- Processos desmielinizantes
- Leucemia e linfomas
- Imunodeficiências
- Processos infecciosos com foco não identificado
- Hemorragia sub-aracnóidea

 

POSSÍVEIS CAUSAS DE VALORES ANORMAIS
Cor e aspecto

Perde a sua transparência nos processos que aumentam as proteínas no LCR, nos sangramentos e na hiperbilirrubinemia.

Citometria e citologia

Aumento da contagem de células é encontrado nas hemorragias, infecções e inflamações do sistema nervoso central. Predomínio de PMN ocorre nas meningites infecciosas. Predomínio de linfócitos ocorre na meningite por treponema e fungos, neurotoxoplasmose, neurocisticercose, neoplasias, sarcoidose e esclerose múltipla.

Cloretos

Os valores encontram-se diminuídos na meningite tuberculosa.

Globulina

O teste de Pandy é um teste semi-quantitativo onde o fenol reage principalmente com as globulinas. Em infecções crónicas como sífilis terciária e na esclerose múltipla a elevação de globulinas torna o teste de Pandy positivo. Contaminação do lcr com sangue pode acarretar falso-positivo.

Proteínas

Níveis elevados ocorrem na hemorragia subaracnóidea, meningites, uremia e síndrome de cushing. Valores baixos ocorrem no pseudotumor cerebral, hipertireoidismo e punções lombares repetidas. A presença de sangue no lcr incrementa no aumento da proteinorraquia (1 mg/dL para cada 1000 hemácias).

VDRL

Resultados positivos no LCR são encontrados em 50% a 60% dos casos de neurosifilis, com especificidade em torno de 99%. Após tratamento, os títulos caem entre 3 e 6 meses, podendo demorar anos para se negativarem. Linfocitose e aumento das proteínas são evidencias de neurosifilis ativa.

 

referências clínicas

- Griggs RC, Jozefowicz RF, Aminoff MJ. Approach to the patient with neurologic disease. In: Goldman L, Ausiello D, eds. Cecil Medicine. 23rd ed. Philadelphia, Pa: Saunders Elsevier;2007:chap 418.
- Swartz MN. Meningitis: bacterial, viral, and other. In: Goldman L, Ausiello D, eds. Cecil Medicine. 23rd ed. Philadelphia, Pa: Saunders Elsevier;2007:chap 437.

Facebook Twitter

IndiceMed – Guia farmacoterapêutico é totalmente gratuito e exclusivo para profissionais de saúde.

Se for profissional de saúde e ainda não estiver registado, efectue o seu registo para aceder à informação

Recuperação de password

| Voltar ao Login
| Recuperar Password